Mulheres Empreendedoras

 

 

A Revista PME Exame de fevereiro de 2012 trouxe a seguinte matéria de capa: Mulheres no comando – porque um número crescente de empreendedoras tem sido responsável pelo avanço de muitas das empresas emergentes no Brasil.

 

De acordo com a reportagem, desde 2007, 10 milhões de mulheres iniciaram um negócio próprio no Brasil e hoje elas já representam metade do número dos empreendedores brasileiros.

 

A reportagem também apresenta dados do GEM – Global Entrepreneurship Monitor sobre o crescimento do número de empreendedoras no Brasil. Em 2001, 58% das mulheres abriram um negócio, pois haviam identificado uma oportunidade de negócio. Em 2011, esse número cresceu e, ter identificado uma oportunidade de negócio foi a principal motivação para 69% das mulheres empreendedoras.

 

Além do número de mulheres empreendedoras estar crescendo, a reportagem chama a atenção para duas questões importantes. (1) Alguns cursos de graduação ainda têm muito mais alunos do sexo masculino nas salas de aula, o que as deixa em desvantagem quando o assunto é inovação em áreas predominantemente masculinas, tais como: engenharia de computação, do petróleo entre outras. (2) A necessidade de a mulher encontrar o equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal. De fato, o trabalho, e principalmente a carreira profissional está contido em um planejamento maior, no plano de vida de uma pessoa. Optar pela maternidade, pela carreira ou pelas duas coisas não é uma tarefa fácil e que pode impactar no número de novas empreendedoras.

 

 

0 comentários

Faça um comentário

Quer participar da discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *