A modernização da gestão em busca do crescimento das empresas familiares

 

A Revista Exame, edição 991, ano 45 no. 8 de 4/5/2011, publicou um estudo exclusivo e bastante interessante que havia encomendado para a empresa de Consultoria Höft, com 160 empresas familiares. “ O capitalismo chegou para eles” – Lucas Amorim

 

Participaram do estudo 160 empresas com receitas entre 200 milhões e 1 bilhão de reais. Essas empresas cresceram, em média, 12% ao ano entre 2006 e 2010 enquanto que o PIB nesse período subiu em média 4,4% – demonstrando uma velocidade de crescimento superior ao restante da economia.

 

Alguns dados apresentados na reportagem:

 

Conselho de Administração

68% têm conselhos de administração

20% não montar um conselho nos próximos 3 anos

12% não planejam recrutar executivos

 

Diretoria

76% têm executivos profissionais

15% vão contratar executivos nos próximos 3 anos

9% não planejam recrutar executivos

 

Sucessão

69% planejam a sucessão dos executivos

18% vão fazer esse planejamento nos próximos 3 anos

13% não pretendem planejar a sucessão

 

Formação

56% têm programa de formação de acionistas

21% terão programas de formação de acionistas nos próximos 3 anos

23% não planejam criar programas desse tipo

 

Contratar executivos experientes, montar conselhos de administração com profissionais do mercado, auditar o balanço, procurar investidores já não são privilégios apenas dos grandes grupos empresariais e, como ressalta Wagner Teixeira, sócio da Höft “ Está em curso uma onda de profissionalização inédita em companhias brasileiras desse porte.”

 

E são vários fatores contribuindo para essa nova realidade, a saber: crescimento acelerado, capital disponível para investir e a nova geração de empreendedores e / ou herdeiros querendo aproveitar as oportunidades.

 

Contudo, a reportagem mostra que descobrir o momento certo para modernizar a gestão é muito complicado, principalmente quando os modelos de negócios demonstram ser vencedores.

 

Nos próximos posts discutiremos cada um desses itens – Profissionalização, Formação de Conselhos, planejamento da sucessão, chegada de um sócio capitalista etc.

 

0 comentários

Faça um comentário

Quer participar da discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *