Empresa Familiar de sucesso

Por Carla Bottino

Com bastante freqüência me perguntam “o que é uma empresa familiar de sucesso?” Essa é uma questão difícil de ser respondida por várias razões.


1º) o que é sucesso? Geralmente é o outro que determina se eu sou bem sucedido ou não e é algo, sempre, relativizado.

Atualmente parece ser bem sucedido quem tem! Ter parece ser mais importante do que ser. “Sou em função do que tenho e quando deixo de ter, deixo de ser”. Posso dizer que esse é um tema longo, polêmico, mas que tem causado muita confusão na vida de algumas pessoas.

 

2º) Qual seria o critério mais apropriado para definir uma empresa familiar de sucesso?

As estatísticas mostram que são poucas as empresas que conseguem passar para a 3a geração e dessas, um número ainda bem menor, traz resultados financeiros satisfatórios para seus donos/acionistas. Longevidade, taxa de crescimento e retorno financeiro não podem ser os únicos critérios, pois, nesse caso, onde está a família?

 

3º) Cada família tem o seu conjunto de valores e, em cada família sucesso pode ter um significado.

Algumas famílias privilegiam, sobretudo, a convivência familiar (mesmo que isso ameace o desempenho da empresa) outras, pelo contrário, privilegiam a empresa. Contudo, existe uma tendência entre os estudiosos em considerar a empresa familiar aquela em que existe uma valorização do capital financeiro e do capital emocional incluindo na lista de critérios de sucesso além do tempo, taxa de crescimento, lucro, valorização das ações, a união e o bem estar familiar, o legado positivo de valores familiares, o prestígio (boa reputação) da família, etc. 

Sendo assim, não podemos definir o que é uma empresa familiar de sucesso mas posso garantir que o primeiro passo para saber se a sua empresa familiar é bem sucedida, é conversar com os membros da sua família e chegar a uma definição de sucesso e de quais são os critérios que servirão para a avaliação do sucesso do negócio de vocês.

 

0 comentários

Faça um comentário

Quer participar da discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *