EMPREENDEDOR X EMPRESÁRIO

Na semana passada o Daniel Pereira sócio fundador da LUZ Consultoria Criativa fez uma palestra sobre profissionalização das pequenas empresas familiares. Listei algumas passagens interessantes que estão diretamente relacionadas com os posts anteriores e com o evento que acontecerá no dia 24/11 na PUC-Rio.

– Profissionalização significa corrigir os problemas causados pelo amadorismo das empresas.
Nas empresas familiares percebemos que esse amadorismo faz com que família e empresa estejam muito misturadas e por isso fala-se da necessidade de separar os dois sistemas. Contudo, profissionalização não significa trocar membros da família por profissionais contratados no mercado de trabalho.

– empreendedor é quem dá o primeiro empurrão, nem todos conseguem virar empresário.
O empreendedor tem uma forte ligação com o empreendimento, que na maioria das vezes, é a realização do seu sonho. Ele está cercado de pessoas de confiança que não são necessariamente as mais capacitadas para desempenhar as suas funções.
Já o empresário é quem faz a ponte com a empresa profissional, seus colaboradores devem ser extremamente competentes e existe uma grande preocupação em adotar as melhores práticas em administração de empresas.
O empreendedor sabe muito do negócio, ou de um determinado setor. O empresário sabe tudo de administração de negócio.

O fundador da empresa tem o perfil do empreendedor, o sucessor deve ser um empresário e isso faz toda a diferença! Signfica, por exemplo, dizer que o sucessor não precisa ser a imagem e semelhança do sucedido.

– Profissionalização e sucessão são dois processos que caminham juntos.
é muito difícil que uma empresa consiga passar pela sucessão sem algum grau de profissionalização e, muitas vezes, é o candidato a sucessor quem inicia o processo de profissionalização.

0 comentários

Faça um comentário

Quer participar da discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *